Notícia

CINCO COISAS (IMPORTANTES) SOBRE O NOVO FIES QUE VOCÊ NÃO SABIA

08/02/2018
noticia_201802081223.png
Compartilhe

No próximo dia 19 de fevereiro o MEC abrirá inscrições para o FIES 2018. Ao todo serão 310 mil vagas, que beneficiarão estudantes com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos em todo o Brasil.

Este ano o FIES sofreu uma série de alterações e ganhou novas regras. Fique pode dentro das cinco principais mudanças no funcionamento do programa e ganhe tempo na hora de se candidatar:

1. As três modalidades

Em 2018 o FIES será divido em três modalidades de acesso: a primeira funcionará com um fundo garantidor com recursos da União. Assim, os estudantes poderão ter acesso ao financiamento com juros zero. Essa modalidade terá 100 mil vagas e é destinada a estudantes com renda per capita mensal familiar de três salários mínimos.

Já a segunda modalidade será destinada a estudantes com renda familiar percapita de até cinco salários mínimos e erá aplicada apenas para alunos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Serão ofertadas 150 mil vagas em 2018 para estas regiões.

A terceira e última modalidade terá 60 mil vagas e também será destinada a estudantes com renda familiar pe rcapita de até cinco salários mínimos. Porém, esta modalidade estará disponível para todas as regiões do país

2. Fim da Carência

Outra mudança importante é que, a partir do Novo FIES, estará extinta a antiga carência de 18 meses para iniciar o pagamento. Dessa forma, o estudante começará a pagar as parcelas do financiamento partir do primeiro mês após a conclusão do seu curso, desde que o usuário possua renda. Assim, quando o estudante passar a receber um salário formal a parcela devida será descontada (retida) na fonte do pagamento.

Se não tiver emprego no momento do início do pagamento, o estudante deverá arcar com um pagamento mínimo, que será estipulado em contrato e regulamentado pelo Comitê Gestor do FIES.

3. Seguro de Vida

Você sabia que para contratar o Novo FIES você precisará a assinar um seguro de vida específico para o FIES? Pois fique atento. Esse seguro será de contratação obrigatória, e poderá ser feito em qualquer seguradora habilitadas no programa. E, mesmo que você já tenha um outro seguro de vida, deverá realizar um novo, inteiramente voltado para cobrir a dívida gerada junto ao FIES em caso de morte ou invalidez permanente.

4. Bancos

Outra novidade é que, no Novo FIES, o risco das dívidas será assumido por Instiuições bancárias credenciadas. Então, para contratar o FIES, o estudante precisará abrir uma conta no Banco Operador para poder fechar o contrato. Porém, caso ele já a possua essa conta, não será necessário abrir uma nova.

5. Nem todos os cursos podem ser financiados

Você sabia que nem todos os cursos de graduação poderão ser financiados pelo FIES? Para integrar o Programa, os cursos de graduação devem ter conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e ser ofertados pelas Instituições de Ensino Superior aderentes ao FIES. Porém, os cursos que já estejam autorizados pelo MEC e que ainda não possuam avaliação no SINAES poderão participar normalmente do programa.

Conheça mais o FIES 

Atualmente, o FIES é o maior programa de financiamento estudantil disponível no país. Milhares de estudantes de cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC, já foram ou estão sendo beneficiados nas diversa instituições de educação

superior aderentes ao Programa.

A cada semestre, a Faculdade Irecê (FAI) disponibiliza centenas de vagas via FIES ao seus estudantes. Atualmente, cerca 60% dos nossos discentes estão inseridos nesse modelo de financiamento estudantil.